Blogger Widgets

Resenha As Regras da Sedução- Madeline Hunter


Aviso, leitura não recomendada para menores de dezesseis anos, mas não fiquem chateados jovens leitores, pois em breve mais resenhas “TEEN” por aqui.

Há centenas de anos atrás na Inglaterra, as regras da sedução, eram bem claras, uma dama protegida pela família deveria permanecer distante de qualquer cavalheiro de respeito.  Entretanto o que aconteceria se essas regras rígidas fossem quebradas?  Está é a premissa de “As Regras da Sedução”.

A senhorita Alexia Welbourne, após ficar sem nenhuma herança, vive de favor na casa dos primos, ela se envolve romanticamente com um dos seus primos Ben, que morre na Grécia. Nesse contexto a família recebe uma terrível notícia estão na miséria e o culpado é Lorde Hayden Rothwell. Alexia deixa a casa de seus primos, pois não podem mais sustentá-la.  Ela concentra todo o ódio pela sua desgraça no Lorde Hayden, diz a ele que só lhe restam três opções: se tornar preceptora, chapeleira ou cortesã. Diante de tal situação, Hayden arranja um emprego para Alexia como dama de companhia de sua tia.
Ela começa no novo emprego, mas não se deixa intimidar pelo Lorde, nunca abaixa a cabeça e deixa bem claro, seu ódio, o culpando o tempo todo pela sua situação. Já o Lorde se sente atraído pelos olhos violetas de Alexia. E ela apesar de detestá-lo, não pode negar também se sente atraída por ele.
Embora o Lorde Hayden insista em cortejar Alexia, ela ainda gosta de Ben, seu antigo namorado. Até que um dia ela descobre que Ben tinha outra mulher. Diante da decepção e frustação, ela acaba se deixando levar pela atração que sente por Hayden. Portanto, a regra principal da sedução é quebrada e ela se vê em uma encruzilhada. Apesar de não nutrir afeto pelo Lorde ela decide se tornar sua amante, pelo dinheiro, para ajudar as suas primas que estão na miséria. No entanto, ela é surpreendida pela proposta de casamento do Lorde Hayden.


Minhas impressões, o relacionamento do casal principal é o ponto alto do livro, apesar da temática ser recorrente: amor e ódio, a autora surpreende reinventando o tema. Apesar de os dois garantirem que se odeiam desde a primeira página, fica claro que ambos estão apaixonados um pelo outro só não admitem. O casamento não é de conveniências é por paixão. Há vários desentendimentos, grandes revelações em relação ao Ben, e um grande e maravilhoso final.








11 comentários:

  1. Por mais que eu não tenho 16 aninhos, vou procurar para ler, gostei bastante da temática! :]
    Beijocas,
    Cindy, Livros e Piratas (visite o blog, te espero por lá!)

    ResponderExcluir
  2. olá passei para visitar o blog e adorei! estou participando do sorteiro, quando puder vem visitar meu blog tbem...
    www.kellybazar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi,li a resenha e gostei muito,vou comprar este livro.:a

    ResponderExcluir
  4. Fiquei muito afim de ler esse livro!

    ResponderExcluir
  5. Vou dar um jeito de comprar pra ler!

    ResponderExcluir
  6. Adoro Romances Históricos ... e gostei muito destes lançamentos da Arqueiro... esse e Duque e eu ... são s que mais me interessaram... vou ler com certeza ... bjus :a

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha.....gosto muito da história e fiquei louca para ler....

    ResponderExcluir
  8. Amei! Fiquei curiosa pra saber qual a escolha de Alexia!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é lindo e estou doida pra ler.Assim que puder vou comprar.Beijos.

    ResponderExcluir