Blogger Widgets

Resenha - Cabra Cega

Título: Cabra Cega
Autora: Sheila Ribeiro Mendonça
Páginas: 94
Comprar: Clube de autores

No dia 8 de março de 1857, tecelãs foram assassinadas por ousarem se manifestar. Quase cinquenta anos depois após árduas batalhas e conquistas femininas foi criada a Lei 11.340 (Maria da Penha). Não obstante, hoje atrás das cortinas ainda existem mulheres que sofrem agressão de seu próprio cônjuge. É sobre este assunto que “Cabra Cega” trata, ainda que seja uma obra ficcional, faz um retrato da realidade.

Clara conhece o atraente Gustavo em um clube, os dois se apaixonam e se casam. Uma linda história de amor até que na privacidade do lar Gustavo revela sua verdadeira identidade: obsessivo, manipular e agressivo.

Gustavo se muda com Clara para afastá-la de seus familiares, em uma cidade distante ele a submete a todos seus caprichos. A trama é uma crescente, na medida em que os dias passam Gustavo se torna cada vez mais cruel.  Por fim, Clara toma coragem e empreende uma arriscada fuga de Gustavo. No entanto, ele continua obcecado pela esposa e não mede esforços para mantê-la subjugada novamente.

Cabra Cega é um livro de leitura rápida com um impressionante realismo em cada linha. É impossível não se envolver com o drama de Clara. Vários assuntos são abordados desde cárcere privado ao estupro. Leitura recomendadíssima.

5 comentários:

  1. Olá!!!
    Quer conferir os melhores sorteios que estão rolando na rede?
    Visita meu blog. Quer divulgar algum que está fazendo? Mande email pra sosorteando@gmail.com. Tá rolando um super

    sorteio de uma Naked 3, participa!
    Beijão!

    Blog Só Sorteando

    ResponderExcluir
  2. Minha querida, muito obrigada, amei o começo de sua resenha pontuando a história da mulher e a violência contra ela. A Lei Maria da Pena é uma conquista importante onde as mulheres já aceitam entender que elas não merecem apanhar. E onde os agressores muitas vezes aceitam que têm problemas e partem para um tratamento, assim também tendo a oportunidade de refazerem suas vidas. Ainda temos muito que evoluir, mas já demos passos significativos.
    Beijo, beijo e obrigada!
    She

    ResponderExcluir
  3. Nossa, parece ser um livro bem forte, daqueles que fazem a gente refletir mesmo. Infelizmente, embora a história seja ficcional, a gente sabe que tem um monte de Claras por ai né?
    Que bom que gostou do livro, deve prender o leitor bastante pela trama . Gostei muito da sua resenha e do seu blog também, parabens pelo seu bom gosto.

    Bjos, Ivana

    http://omundinhoderebecca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana,
    tudo bem?
    Eu achei a escolha da capa e do título perfeita para o enredo. Infelizmente essa ainda é a realidade de algumas mulheres. Acredito que livros como esse são muito importantes, quem sabe ajuda alguém?
    ótima dica de leitura.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha. Adoro livros que trazem histórias "reais" sabe. Para pensarmos. E isso é muito atual! Tem gente que acha que isso não existe, mas existe sim e é horrível. Adorei o livro, mas não gostei da capa.
    Beijos <3

    ResponderExcluir